quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Banned in America (1998)


Na mesma linhagem de Faces of Death, Banned in America é a primeira parte de uma coleção de shockumentary (shock+documentary) sobre a morte explícita e a violência que existe ao redor do mundo. Divididos em 5 partes, cada VHS mostra vários vídeos chocantes envolvendo a morte, sem borrões ou tarja preta. No primeiro volume, temos uma coleção de vídeos envolvendo suicídio, curiosidades bizarras, acidentes de trânsito com vítimas fatais, maus tratos, execuções, enforcamento, uma sangrenta briga de pit bulls, corpos despedaçados e outras coisas que são desaconselháveis para quem não tem estômago forte! Contém possíveis spoilers.


Banned in America 1 começa mostrando um chocante suicídio que aconteceu em Los Angeles. Em 30 de abril de 1998, Daniel V. jones estacionou o seu carro em uma ponte e ligou para o LAPD (departamento de polícia de Los Angeles) para anunciar o seu suicídio, tal como a sua localização. Ele estende um cartaz em protesto com a frase "HMO’s are in it for the money. Live free, love safe, or die". David tinha sido diagnosticado com Câncer e AIDS, o que levou ele a ficar frustrado com a vida ao ponto de realizar um suicídio com transmissão ao vivo pela TV.  Enquanto helicópteros sobrevoam a área registrando tudo, ele entra no carro para por em prática a sua terrível façanha. David entra no carro e atira fogo sobre o seu veículo. Por sorte, ele consegue fugir de uma morte lenta e dolorosa, mas o cachorro dele que não tinha nada a ver com o problema de seu dono, acabou morrendo queimado vivo. David tenta pular a ponte para uma morte certa, mas acaba desistindo da ideia, já que essa morte súbita poderia não ser captura pelas câmeras da mídia. Em um certo momento do vídeo, David vai até o seu carro (ainda em chamas) para pegar a sua espingarda e disparar contra a sua própria cabeça, fazendo fluidos de sangue se espalharem no asfalto.


Durante seus 46 minutos de duração, o primeiro volume de Banned in America, mostra vários outros vídeos, cada qual mais chocante que o outro. Uma perseguição policial, acaba gerando um acidente de trânsito fatal, causando a morte do fugitivo e de inocentes civis. Em uma tribo indígena, somos apresentados a um homem com um tumor gigantesco nos testículos (é isso que eu chamo de saco cheio). Outros acidentes envolvendo vítimas fatais também são mostrados, com cenas bem fortes. Um homem tem suas mãos e pés cerrados em algum tipo de tortura ou snuff film. Em outro vídeo, encontramos mais cenas de mortes, decapitação e crueldade humana. Aqui, existe algumas coisas que foram importadas de outros shockumentary, como a visita a um matadouro de animais disponível em Faces of Death. Outros vídeos que também fizeram parte de BANNED FROM TV lançado no mesmo ano — como é o caso do incêndio no edifício Joelma, o manifesto na Coreia do Sul e uma mulher sendo usada como escudo humano —, são novamente documentos.


Em 22 de janeiro de 1987, um político norte-americano da Pensilvânia cometeu suicídio com um tiro na boca durante uma entrevista coletiva transmitida pela televisão. Seu nome era Robert Budd Dwyer. Ele foi acusado de ter roubado US$ 300 mil, pegando uma pena de 55 anos de prisão. O que parecia ser somente uma entrevista e tentativa frustrada de alegar inocência, acabou se tornando um suicídio quando Budd Dwyer após ler o seu último discurso, disparou um tiro dentro de sua boca. "Afastem-se, esta coisa vai machucar alguém", foram suas últimas palavras.

Um outro vídeo famoso que podemos encontrar aqui, é o assassinato de Jeff Doucett, acusado de pedofilia. Ele foi morto pelo próprio pai da vítima, enquanto era escoltado por polícias dentro de um aeroporto.

Todos os outros vídeos disponíveis nesse documentário são reais, mas como eu não tenho conhecimento avançado em inglês, não foi possível fazer uma análise profunda e precisa para cada um deles. Cuidado para não confundir Banned in America com Banned from TV, pois apesar dos dois possuírem nomes bastantes distintos e ideias similares, esses dois documentários não fazem parte de uma mesma coleção e pertencem a diferentes produtores. Mesmo sendo muitos parecidos, Banned from television é muito inferior e nem é tão chocante assim.


Se você ficou ofendido com está resenha e as imagens explícitas envolvendo a morte, esse filme não é aconselhável para você! Lembrando que esse é somente o primeiro volume de uma coleção de cinco partes, com cerca de 50 minutos cada. A coleção inteira foi relançada em box set pela Braim Damage Films (responsável pela criação de Traces of Death), no formato DVD com todos os capítulos da franquia. Eu considero este filme um trabalho incrível e ousado! Pois em 1998, a internet não era nem a metade do que é hoje e montar um documentário naquela época, era um desafio e tanto! Não é como os dias de hoje. Atualmente, encontramos qualquer vídeo de morte no google com apenas um clique e podemos até baixá-los sem muita dificuldade. Por isso, filmes como MDPOPE não são capazes de me surpreender, já que qualquer pessoa, pode fazer o seu coletando alguns vídeos na Internet.  Veja BANNED IN AMERICA e descubra um pouco da obscuridade que existe em nosso planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Filmes Perturbadores é um WebSite com resenhas dos filmes mais perturbadores de todos os tempos, além de fazer algumas analises de filmes underground, Exploitation, Horror Brasileiro e filmes de terror asiáticos.

qualquer tipo de comentário é muito bem-vindo, desde que tenha alguma coisa à ver com o Filme. ;)