segunda-feira, 30 de maio de 2016

The Gateway Meat (2008)


Sinopse : No presente, o presidente dos EUA foi assassino e o mundo está sobrevivendo através da ganância. Enquanto isso, um pequeno grupo de satanistas de uma pequena cidade, resolvem fazer proveito disso para cometerem os mais diversos tipos de assassinatos. 

Se você está procurando por um filme  com uma excelente história, personagens muito bem construidos, explicações para cada assassinato e um final explosivo, esse com certeza não é o filme para você. The Gateway Meat é mais um daqueles filmes de terror cujo único propósito é chocar o seu público e nada mais. Estupro, mutilação, exposição de cadáveres, crueldade com animais, auto-munição e satanismo são alguma das coisas que estão presente neste título que só mesmo um fã de filmes perturbadores poderia apreciar. Parece loucura, mas existe um público certo para esse tipo de filme e o número de seguidores só vem crescendo ao longo dos últimos anos.


Ron DeCaro produziu The Gateway Meat em 2008, sendo até então o seu único longa metragem como diretor. O filme é a última parte da trilogia The Brightside Trilogy, iniciada em "Eating Razors" e seguida por "The White Lie". Para quem nos acompanha a bastante tempo, o nome Ron DeCaro pode parecer familiar... pois já falamos sobre Emancipation ; o curta sobre um adolecente rebelde que mata um rato pregando ele em uma tábua de madeira. A resenha está disponível aqui

O enredo do filme não é dos melhores e a falta de legendas não ajuda muito. Imagine um país onde o atual presidente foi assassinado e a lei do mais forte predomina e o mundo (também conhecido como "Estados Unidos") passa a viver um verdadeiro pandemônio. Em meio a essa crise, pequenos grupos decidem cometer alguns delitos e crimes hediondos apenas por diversão. A premissa é boa, mas como fica a execução dela?

A história de The Gateway Meat se concentra em uma família de satanistas. Markus (intepretado pelo próprio diretor Ron DeCaro) é o personagem principal, ele é casado com uma mulher e ambos tem uma filha pequena de aproximadamente cinco anos de idade. A princípio eles parecem uma família normal como qualquer outra de classe média americana, mas não demora muito para o filme revelar a verdade natureza de Markus e a sua perturbada família.


Como o filme é contado através de pesadelos e eventos que acontecem no dia-a-dia do casal, fazer uma cronologia das cenas seria um desafio e tanto, mas... como diria Jack o Estripador : vamos por parte !

Para quem não tem muito conhecimento em inglês, pode se sentir bastante perdido durante a execução de The Gateway Meat, pois o mesmo possui bastante diálogos. Por outro lado, os efeitos especiais são bons para a alegria dos "Goremaníacos".

Um homem velho está deitado em uma cama ao lado de uma mulher grávida, ela está morta e completamente sem roupas com o corpo banhado em sangue. O sangue da vítima esta apodrecendo assim como todo o resto. Ele se senta na beira da cama para consumir um pouco de droga, pega uns cacos de vidros e pisar para inalar como se fosse cocaína. Em uma outra cena, um gato preto é morto apenas por "diversão". Já em outro momento, um homem descontente mata a sua namorada executando inúmeras facadas em seu rosto. Esculturas de cadáveres também são vistos em alguns momentos deste filme. Markus também sequestra algumas vítimas para torturar e matar, utilizando quase sempre, fitas adesivas e uma marreta (alguém lembrou de August Underground?). Ele estupra e mata uma mulher juntos com o seu sádico grupo de amigos.


O filme contém uma atriz mirim que também "participa" de algumas cenas. A filha de Markus presencia uma vítima morta em uma banheira e ao invés de sair correndo, a garotinha se diverte. A reação dela diante da morte é tão natural, quanto uma garota normal assistindo desenho animado na TV. Claro que todas essas cenas são feitas com montagens, portanto não adianta ficar revoltado. Destaque para o rosto da garota quando ela está fazendo cara de má ! Em uma determinada cena, Markus entrega uma arma para ela atirar em uma das vítimas...  cruel em?

Se tudo isso não te deixou desconfortado, que tal ver um vídeo de um homem enfiando a cabeça dentro da vagina de uma mulher? A cena é explícita, mas dura poucos segundos... esse é o tipo de maluquice que você só encontra em extreme fetish ou em filmes underground, como este do grande Ron DeCaro.


The Gateway Meat é um filme underground que assistimos com a esperança de ficar incomodado ou quem sabe, perturbado. Não tem como negar que a única coisa boa que ele possui são os efeitos especiais,  uma hora realista e outra hora tão nojento como sangue de porco estragado. Lembrando que mesmo que o FX seja muito bom, esse filme foi feito com baixo orçamento e não pode ser comparado com outros títulos de peso. Recomendo. 3/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Qualquer tipo de comentário é bem-vindo, desde que tenha alguma ligação com a postagem. SPAM serão ignorados e deletados.

- Informe sobre links quebrados, isso ajuda bastante a manter o blog limpo.