domingo, 20 de março de 2016

Antropophagus (The Grim Reaper) - 1980


Antropophagus é um Video nasty lançado em 1980 por Joe D'amato. O filme já é muito popular entre os fãs de filmes perturbadores por causa de duas cenas bizarras. Mas afinal, será que ele é mesmo tão perturbador assim?

Para quem não sabe o que são "video nasty", em resumo, são filmes que foram banidos no Reino Unido (UK) ou tiveram que ser censurados pela British Board of Film Classification (BBFC), devido violarem as normas do Obscene Publications Act 1959 na década de 80. No total são 72 filmes na lista, entre os títulos mais populares estão: Cannibal Holocaust, I Spit on Your Grave, Cannibal Ferox e Gestapo's Last Orgy.


Quando uma pessoa decide ver um filme de alguma lista dos "filmes mais perturbadores de todos os tempos", ela espera que realmente, esse filme esteja ali por merecer. Begotten é um bom filme, a sua presença em qualquer lista de filmes bizarros é muito bem-vinda, mas, um filme como Gummo é meio difícil de engolir. O que faz Gummo ser "tão" perturbador assim? Estou tentando entender isso até hoje. 

O filme da vez é Anthropophagu (também conhecido como The Grim Reaper ou The Man Eater), um clássico Splatter/Gore italiano. Eu assim como todo mundo, costumo colocar muita fé em filmes que dizem sem bom ! Na verdade, Antropophagus é um bom filme de terror 80's, mas não passa disso. Existe uma polêmica em torno deste filme, que faz com que muitas pessoas, confundam a palavra "polêmico" com "perturbador".


THE GRIM REAPER é um filme lento do princípio ao filme. Tão devagar, que você jura que não vai acontecer nada. Eu não consigo me imaginar assistindo ele em sua versão com cortes, seria um desperdício de tempo !

O filme abre com um casal de namorados de frente para o mar. Quando a garota decide tomar banho, ele fica deitado sobre uma pedra ouvindo musica com seu fones de ouvidos. Quando ela é atacada e morta pelo canibal dentro da água, o seu namorado distraído que não percebe a cena, morre com uma facada na cabeça. Na sequência, é mostrado um grupo de amigos viajando para uma ilha remota, onde com o passar do tempo, descobrem que não existe quase ninguém em toda ilha. Eles são forçados a passar a noite no lugar e acabam tornando-se vítimas de um terrível morador, um assassino canibal que devorou todos os habitantes locais.


As aparições do canibal "antropófago" são muito poucas, mas, a câmera é muito bem utilizada toda vez que ele aparece em cena, focando quase sempre, o seu olhar medonho. Quando digo medonho, significa que o canibal Klaus Wortmann (George Eastman) realmente é assustador e esse é um dos pontos positivos do filme. O problema do vilão Antropophagus, é a forma não muito original que ele usa para matar. Normalmente, mordendo o pescoço de suas vítimas.

Existe duas cenas memoráveis para os fãs deste filme. A primeira acontece quando o espectador já viu mais de 75 minutos da película, quando o canibal arranca o feto de uma mulher grávida chamada Maggie. A cena não é explícita e o cenário escuro (uma caverna cheia de crânios humano) não ajuda a enxergar quase nada. Klaus devora o feto ainda preso ao cordão umbilical. Por causa desta cena, Joe D'amato foi perseguido e acusado de usar um feto humano real. Mais tarde, Joe revelou que foi usado um coelho sem pele maquiado para fazer tal cena. A segunda melhor acontece no final, quando o canibal come suas próprias tripas segundos antes de morrer.


Voltando para GUMMO (antes que me crucifiquem por falar mau deste filme cult "perturbador"), ele possui uma cena de matança de gatos nada chocante, que só revolta o público mais sensível. Também temos o fato do filme de Harmony Korine mostrar os personagens vivendo em extrema pobreza, mas isso não é perturbador, Pois se esse for o caso, o filme nacional Querô também é extremamente perturbador.


Finalizando a resenha de Antropophagus, o filme é interessante, mas não é tão perturbador como dizem. Para quem curte filmes trash e clássicos do terror, não pode deixar de conferir essa obra de Joe D'amato e os demais filmes que compõem a sua filmografia. Já para aqueles acostumados com filmes perturbadores extremos, vai ter uma opinião parecida com a minha. Um filme como Fome Animal é muito mais perturbador e nojento que Antropophagus, na minha opinião !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Qualquer tipo de comentário é bem-vindo, desde que tenha alguma ligação com a postagem. SPAM serão ignorados e deletados.

- Informe sobre links quebrados, isso ajuda bastante a manter o blog limpo.