segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Butcher Bob (1999)


Butcher Bob é um curta independente norueguês dirigido por Stian Stenersen e produzido pelo seu amigo Fred Prytz. Na trama, um grupo de seis amigos decidem explorar uma floresta nas montanhas seguindo destino até Black Mountain. Nesse meio tempo, eles acabam encontrando uma velha cabana com dois moradores nada amigáveis; Butcher Bob e Butcher Bill. O grupo de amigos (incluindo o próprio Fred Prytz interpretando Johan), são perseguidos e torturados pelos dois caipiras cruéis sedentos por sangue.


"Um grupo de amigos viajam para um lugar isolado (cabana, floresta ou deserto). tudo ocorre como o planejado, mas eles acabam sendo vítima de um impiedoso assassino..." 

Embora essa sinopse acima seja fictícia, ela representa muito bem a maioria dos filmes de terror que estamos acostumados a consumir todos os anos. Tudo bem que o universo do horror sempre foi composto por inúmeros clichês, como o homem mascarado que corta a cabeça de suas vítimas com um facão, a regra em que os mais populares morrem primeiro (enquanto que o menos descolado se torna herói no final) ou o fato de quem transar em filmes de terror, acaba sempre morrendo. Esse clichês se tornam ainda mais comuns no subgênero Slasher, que costuma usar quase sempre cenários em completo abandono e um indispensável serial killer para a realização de um massacre. 


O Curta-metragem "Butcher Bob" é um bom filme Slasher de baixo orçamento, com uma história bem simples e efeitos especiais muito bem elaborados. Eu não conheço nenhum outro trabalho desenvolvido pela Fearbank Productions para avaliar a evolução de um filme a outro, portanto irei falar somente deste aqui. 

Os efeitos especiais em Butcher Bob são incríveis, mas nem tanto... se parecem um pouco com o Special FX daquele curta-metragem protagonizado por Luciano Hulk, chamado "Mistério na Colônia", só que com muito mais criatividade, é claro. Uma das cenas que mais se destacam, é o momento em que uma das vítimas tem os intestinos arrancados de seu corpo, depois o assassino mijar sobre o corpo do homem que ainda está vivo e vomitando de nojo. O filme incluem também outros métodos de torturas, que se resume no uso de ferramentas para perfurar ou cortar, tais como; estaca, furadeira, pregos, machado e até mesmo uma serra elétrica.


Uma coisa que eu achei bem interessante em "Butcher Bob", é o fato dos personagens discutirem sobre filmes de terror em alguns momentos do curta. eles comentam entre si a cena épica do filme Cannibal Holocast, além de citarem filmes como Cannibal Ferox e Zombie Flesh Eater (conhecido aqui no Brasil como "Zumbi 2 - A Volta dos Mortos"). A trilha sonora deixa um pouco a desejar, mas o encerramento com o Death Metal da banda norueguesa Gorelord já compensa essa falha. Para aqueles que desejam conferir o som, basta procurar por Force Fed on Human Flesh, com performance de Ave Sathanas.


Finalizando, Butcher Bob é bem mais que um clichê Slasher assistível, ele contém boas cenas de tortura e mutilação gráfica apesar do pouco dinheiro investido, mas nenhum ator consegue se destacar. Eu não conheço muitas produções de filmes de terror da Noruega, mas, um outro filme bastante interessante produzido por lá é o Dead Snow (2009), um filme de humor negro com zumbis Nazistas devorando tripas e miolos sobre a neve. vai encarar? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Filmes Perturbadores é um WebSite com resenhas dos filmes mais perturbadores de todos os tempos, além de fazer algumas analises de filmes underground, Exploitation, Horror Brasileiro e filmes de terror asiáticos.

qualquer tipo de comentário é muito bem-vindo, desde que tenha alguma coisa à ver com o Filme. ;)