sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

American Guinea Pig: Bouquet of Guts and Gore (2014)


Sinopse: Duas mulheres são sequestradas por um grupo de cineastas de Snuff Movies. Elas são brutalmente assassinadas por eles, em cenas gráfica de tortura e mutilação. 


Olá, Charles Sheen... Opa, quis dizer Leitor. A resenha de filme desta vez, é um filme de terror escrito e dirigido por Stephen Biro; o fundador e dono da Unearthed Films. Talvez você não conheça o trabalho deste diretor e da sua distribuidora de filmes, mas, a empresa dele é responsável pela venda de inúmeros Filmes Perturbadores que você conhece, tais como: Aftermath, Thanatomophose, Philosophy of a Knife, Guinea Pig seriesICHI-1, "Vomit Gore Trilogia" e uma grande variedade de filmes Exploitation.


Não é preciso ser um grande gênio para perceber que "American Guinea Pig" é na verdade, uma homenagem para o perigoso e controverso filme japonês Guinea Pig, até mesmo porque a Unearthed Films orgulhosamente vende os filmes, individualmente ou em Box Set com todos os DVD da coleção. Se você acha que um filme dos EUA não pode competir por igual com o clássico Gore japonês, Cuidado... você não conhece Stephen Biro do jeito como eu conheço. "Bouquet of Guts and Gore" é um filme extremo carregado de violência, sangue, sadismo e tudo de ruim que um filme perturbador precisa ter para ser considerado repugnante. Entre os snuff films que eu já assisti, esse aqui se destaca por ser uma "cópia" fiel de Flowers of Flesh and Blood, com a introdução de um lote de idéias bizarras e efeitos especiais da ODDTOPSY F/X. Charles Sheen, este filme não é verdadeiro e a continuação desta resenha contém alguns Spoiler, Okay?


O filme começa mostrando o sequestro de duas mulheres (Erika e Amy), que são capturadas por um grupo de homens com máscaras satânicas. Eles levam as duas vítimas até o seu esconderijo, que na verdade, é um Set de filmagens improvisado para gravar filmes Snuff. Erika e Amy são colocadas sobre uma cama cada uma, desacordadas, devido o gás que inalaram quando estavam dentro do carro ao serem abordadas. O "ator" do filme, um homem com um crânio de bode na cabeça, cortar as roupas das vítimas deixando as duas somente com roupas de baixo. Ele desperta as duas vítimas, mas logo aplicar uma injeção em cada uma delas para imobilizar o corpo de ambos e deixa-las anestesiadas (como em Flowers of Flesh and Blood). Seguindo as orientações do "diretor" com uma máscara de jornal e o nome THE REVELATION destacado no rosto, ele amarrar os braços e pernas da primeira vítima com ligas elásticas, para evitar uma hemorragia na hora de iniciar o desmembramento. 


O "ator" (Eight The Chosen One) corta o pé esquerdo de Amy, a mão, a perna e o antebraço, não necessariamente nesta ordem. Todos os cortes são feitos com muita dificuldade, para dar a sensação de realismo em cena. A vítima não consegue se mover por conta da injeção que recebeu e aparentemente, não sente nenhuma dor. Toda a cena de mutilação é filmada por mais ds uma câmera, em especial, a câmera de um homem com máscara branca-costurada (um pouco parecida com a máscara de BabyFace em "Colinas de Sangue"). O "ator" finaliza a primeira cena de seu filme snuff, cortando o seu globo ocular, serrando a mandíbula de Amy e abrindo a sua barriga para puxar seus intestinos para fora. As ligas elásticas usadas nos braços e pernas da vítima são removidas, fazendo a garota sangrar bastantes sobre o tecido branco da cama. 


A segunda vítima também é assassinada com muita violência. Com a ajuda do "diretor", ele corta a pele das mãos e pernas de Erika, removendo o couro da garota ainda com vida. Quando os quatro membros da vítima estão em carne viva, eles abrem a barriga dela para expor suas entranhas. Um alicate gigante é usado para cortar as espinhas da costela, para que os assassinos tenham melhor acesso aos órgãos da mulher. O "ator" pega o coração de Erika que ainda está batendo, segura em mãos por um momento e depois arrancá-o. Ele tenta comer o coração dela, mas não consegue apreciar o sabor da carne humana. Ele furar os olhos dela e destrói sua cabeça com uma pequena marreta. O grupo comemorar o feito batendo palmas. Como se fosse pouco tudo aquilo que já foi feito, o "ator" pega uma motosserra velha (que por pouco não funciona) e estraçalha o que restou do corpo da mulher.


Depois que as duas "atrizes" são mortas, o diretor vai até a sala do "editor" com máscara de cachorro, para conversar. O filme corta novamente para o Set de filmagens, onde um bebê de sexo feminino e um garotinho serão as novas cobaias. A criança chora o tempo inteiro, (provavelmente) por causa da máscara doentia do ator, enquanto que o garoto é ingênuo o bastante para subir na cama sozinho. O "ator" prepara a injeção para aplicar nas duas vítimas da mesma maneira como fez nas duas mulheres, mas o filme encerra neste ponto, abrindo os créditos com o angustiante choro do bebê que permanece até o final dos Cast.


American Guinea Pig é um grande filme Snuff para os fãs de cinema extremo. rico em efeitos especiais que define muito bem o que anda sendo distribuido pela Unearthed Films. De longe, a melhor homenagem para Guinea Pig series que eu conheço. Os braços e pernas das vítimas são cortados com realismo incrível, podemos ouvir facilmente o serrote roçando no osso ou toda a anatomia da carne humana após ser serrada. Em alguns momentos de inocência, podemos até pensar que se trata de um assassinato real... mas, retornamos a realidade quando percebemos como são feito tais efeitos especiais. O bebê ("interpretada" por Lilly Dickenson) é real, de fato uma criança foi colocada para "morrer" neste filme doentio, mesmo que a sua morte aconteça em off. Para quem curte a serie japonesa de filmes Guinea Pig, vale a pena conferir a versão americana criada pelo presidente da Unearthed Films, pois certamente, este filme vai deixar você bastante chocado. 




Curiosidades :
- Em 2015, a continuação American Guinea Pig: Bloodshock foi criada, mostrando um pouco mais do insano potencial do diretor Stephen Biro.
- Nos Cast finais, vários nomes de cineastas Underground famosos são citados no Special Thanks. alguns deles, com o nome escrito errado. Entre os filmmaker citados temos : Nacho Cerdà, Fred Vogel, Shelby Vogel, Olaf Ittenbach, Clive Barker e Hideshi Hino.

Um comentário:

  1. caramba eu assisti o filme e fiquei muito chocada com a realidade que é mostrada, com certeza é uma grande homenagem a guinea pig pois eu achei que nunca veria uma versão desse filme tão feito...achei muito bem produzido

    ResponderExcluir

O Filmes Perturbadores é um WebSite com resenhas dos filmes mais perturbadores de todos os tempos, além de fazer algumas analises de filmes underground, Exploitation, Horror Brasileiro e filmes de terror asiáticos.

qualquer tipo de comentário é muito bem-vindo, desde que tenha alguma coisa à ver com o Filme. ;)