sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Subconscious Cruelty (2000)

Subconscious Cruelty é um filme independente escrito e dirigido pelo insano canadense Karim Hussaim e produzido por Mitch Davis. Foi filmado durante um longo período de tempo, a partir de fevereiro de 1994 a dezembro de 1999, e estreou no Festival de Cine de Sitges in Sitges na Espanha em 12 de outubro de 2000. O filme ganhou a tela em vários outros festivais, incluindo o Stockholm International Film Festival e Amsterdam Fantastic Film Festival, antes de ser lançado em DVD em 18 de abril de 2005.

Como o filme percorreu vários festivais, ganhou status de filme cult, que levou a Davis e Hussain  procurar uma distribuidora de DVD. O filme foi produzido pela primeira vez em DVD no Japão em 2001, e, posteriormente, em vários países europeus em 2006.

Falar de Subconscious Cruelty é algo tão complicado como assisti-lo. esse filme contém tudo aquilo que um filme precisa ter para ser perturbador ou bizarro e não é para menos, esta obra "filosófica" esta quase sempre compondo a grande maioria das listas dos "filmes mais perturbadores" em diversos Websites. esse maldito filme conquistou um pequeno numero de cinéfilos fanáticos que encontram beleza nesta grotesca arte. muito deles interpretam o filme como algo belíssimo, cheio de poesia, fantástico e surrealista, enquanto que a grande maioria ficam horrorizados com o material obsceno e herege.

O Filme começa com uma introdução falando sobre o a divisão do cérebro em dois hemisférios: direito (impulso e emoções) e esquerdo (da razão), e que apenas o direito deveria existir. SC é dividido em quatro seguimentos onde o diretor é muito claro em dizer que o ser humano é um ser doente e perverso.

Ovarian Eyeball
Esse é o primeiro seguimento do filme, aqui vemos uma especie de ritual pagão onde um olho é retirado de dentro da barriga de uma mulher. eu me pergunto qual o significado desta cena tão surrealista ...
Human Larvae
este é sem duvidas a melhor parte do filme, aqui temos uma mulher grávida e um homem que esta observando ela através de uma porta entreaberta do único quarto da casa. tudo é narrado através do ponto de vista deste homem, ele nos conta que fica observando ela fazendo sexo com um parceiro anonimo e que em alguns momento ele chega a masturbar-se enquanto assiste a tudo. o homem nos conta que sente desejos sexuais pela mulher grávida e mais tarde nos revela que essa mulher na verdade é a sua irmã.  existe algumas coisa bem interessantes  neste seguimento, como a opinião dele sobre o sêmen masculino ser o segredo da criação e a menstruação feminina parecer uma piada horrível e macabra para ser capaz de perpetuar a espécie, ela tinha de sofrer a dor e o desconforto de ter seus
genitais sangrando periodicamente. eu achei interessante esta ideia, mas logo minha opinião mudou ao descobrir que este homem na verdade não passava de um psicopata sádico ....

O homem nos conta sobre o seu desejo em fazer a coisa mais horrível que si poderia fazer a um ser humano : matar durante o processo de criação. o tempo vão si passando até que finalmente é chegada a hora de sua irmã dar a luz, esta é com certeza a cena mais bizarra e doentia de toda a película.

Os dois irmãos estão no quarto, ela coloca uma força eficiente e com calma para dar a luz a seu filho, ela confia plenamente no seu irmão. quando a cabeça da criança sai para fora, ele corta a garganta do bebê e o cordão umbilical deixando jorrar tanto o sangue materno como o da criança recém nascida. ele coloca o bebê próximo o rosto da mãe que grita em desespero e agonia vendo seu filho expelir todo seu sangue em sua cara. o homem nos conta que agora ele si sente o seu próprio Deus, por ter feito a terrível façanha de interromper o processo da criação. a criança morre e a mãe também devido a hemorragia.

O homem faz uma especie de altar para o bebê na pia da cozinha para guarda-lo como troféu, enrolado a muito papel e barbantes. ele nos conta que o menino cheira mal e traz insetos e peste, mas que consegue ver beleza nisso. ele continua a tratar o cadáver de sua irmão da mesma forma como ela estiver-se vida : vestindo, banhando, e dormindo ao lado dela. segundo ele, houve uma vez que ele tentou fazer sexo com ela, mas descobriu que sua irmão estava fria e desagradável e isso acaba deixando o nosso "psicopata filósofo" bem angustiado.
Rebirth
Esse é o momento mais "calmo" do filme, aqui vemos algumas pessoas sem nenhuma roupa, eles estão si banhando com a areia da terra como estivessem fazendo sexo com ela. também é mostrado sangue brotando da terra e dentro dos ganhos de arvores, algo que para min parece uma critica para as pessoas que acreditam que a terra e as plantas não tem vida.

Right Brain / Martyrdom
O último seguimento conta a história de um homem católico que, movido ao prazeres da carne passa a si masturbar com frequência vendo seus filmes pornográficos. através de um pesadelo, ele é torturado com vários anzol preso a seu pênis enquanto uma mão feminina masturba. o crucifixo que ele carrega no pescoço é derretido e colocado dentro de uma seringa e ele recebe uma injeção na testa.

O filme corta para a cidade em frente a uma igreja, mostra a figura de um homem parecida com a de Jesus Cristo. ele é arrastado para dentro da "igreja" onde é morto devorado por três mulheres nuas com instintos canibais. essa cena é carregada com ótimos efeitos especiais, cheio de gore e ofensas contra as religiões cristãs. uma das garotas faz com que "Jesus" coma a sua própria carne (simbolizando o corpo de Cristo) , depois ela mijar sobre o corpo de Cristo enquanto o filme mostrava uma garrafa de vinho sendo derramada fazendo assim uma breve comparação. após ter feito todas essas bizarrices, a mulher pega as vísceras do homem e esfrega em sua vagina para si masturbar com as tripas sanguinolentas de "Jesus".

Quando si pensa que tudo finalmente chegou ao fim, é mostrado um pedaço bem grande de um pau sendo penetrado no meio da bunda do "Jesus" em Subconcscious Cruelty.
A minha opinião sobre esse filme é que, como o verdadeiro proposito era causar polêmicas e mostrar imagens feitas para chocar o publico, Subconscious Cruelty cumpre muito bem com o que promete. porém, ele peca feio por não nos apresentar nenhuma história que faça algum sentido. os 40 minutos iniciais desta película é a melhor parte, acho que o filme deveria acabar no assassinato da criança recém-nascida pois o restante do filme não faz nenhum sentido para min e é extremamente chato. doentio, perturbador, insano e surreal. nunca mais verei esse filme na minha vida e aconselho você a não esperar muito deste filme. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Qualquer tipo de comentário é bem-vindo, desde que tenha alguma ligação com a postagem. SPAM serão ignorados e deletados.

- Informe sobre links quebrados, isso ajuda bastante a manter o blog limpo.