quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

O Albergue (Hostel) - 2005


Sinopse : Apresentado por Quentin Tarantino e Dirigido por Eli Roth,  O Albergue é um filme chocante e brutal sobre dois norte-americanos que viajam de mochila nas costas pela Europa e acabam se tornando vítimas de um negócio de morte por lucro.

"Doentio, perturbado, Nojento e absolutamente Brilhante!"

É uma responsabilidade muito grande fala deste filme, isso é, sou fã dele desde de o seu lançamento aqui no Brasil, posso dizer que foi ele que abriu meu apetite novamente para ver filmes de terror. O albergue chegou em uma hora em que eu não mais acreditava na existência de um filme de horror que realmente impressione ou que me deixa se realmente assustado. o Albergue impressiona logo em sua abertura, não tem como tirar da cabeça a introdução onde um Homem lava o sangrento cenário de um crime com uma mangueira, seu assovio deixa a cena ainda mais perturbadora, na cena seguinte temos toca uma musica de rock bem agradável apresentando então as nossas personagens. o filme acontece de um modo muito lento, quando o vie pela primeira vez confesso que ele parecia ser apenas mais um daqueles filme com muito papo e pouca menos ações, mas eu estava enganado assim como muito que o virão, esse filme em seus primeiros minutos não mostra nada, sua temática voltada apenas para o sexo, mulheres e vadiagem faz você si arrepender amargamente por ter escolhido ele para sua noite, o que vemos é algo similar ao filme American Pie nada mais do que isso.  ele nos engana muito bem fazendo quem o assiste não esperar nada de genial em seu enredo. logo nos perguntamos : onde estão as torturas?


depois de viver 30% do filme com essa fantasia de merda começam a acontecer os suspense, eles chegam de modo tão tímido e lento que dificilmente você si dar de conta ai quando menos si esperar você si deparar com o desaparecimento da primeira personagem que nos levar a crer que no máximo o filme é mediano e que todas as criticas sobre ele estão erradas. quando a cena do saco na cabeça com um angulo de filmagem sendo feita apenas por um buraquinho aparece você automaticamente si sente parte do filme, tal sentimento é tão forte que você sente que é você que esta sentado naquela cadeira de tortura preso a um saco na cabeça. 


essa é uma das cenas mais perturbadoras de toda película, O homem tira o capuz de Josh e Josh começa a implorar. O homem não se importa e vai para uma mesa coberta com vários implementos horripilantes, seleciona uma furadeira sem fio e começa a fazer furos na coxa de Josh. Depois de alguns furos, o homem joga a broca de volta para a mesa e seleciona um bisturi. Josh implora para deixa-lo ir, em seguida O homem se inclina para fora da visão da câmera, depois de alguns segundos duas fatiadas são ouvidas e Josh grita. O homem abre Josh, dizendo que ele é livre para ir. Em uma das cenas mais horripilantes do filme, Josh se levanta e caminha adiante. Seus tendões de Aquiles são graficamente retratado como sendo cortada. Ele cai e começa a se contorcer em direção à porta. Mas, assim como ele quase alcança a porta, o homem agarra ele e Josh começa a implorar por sua vida dizendo pagar qualquer valor, logo o homem diz : "Ninguém esta me pagando, aliás sou é que pago os outros!", acontece um corte de cena segundo antes de Josh ter sua garganta cortada. Hostel é com certeza o melhor dos três outros filmes, sendo que o segundo é tão perturbador quanto o primeiro porém tem seus defeitos. Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Qualquer tipo de comentário é bem-vindo, desde que tenha alguma ligação com a postagem. SPAM serão ignorados e deletados.

- Informe sobre links quebrados, isso ajuda bastante a manter o blog limpo.